Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Imprimir

Começámos por ouvir a história “Meninos e meninas do Mundo”, fizemos o reconto oral e a ilustração. Lemos e interpretámos o texto “De volta à Terra” e abordámos os advérbios de afirmação e de negação. Ouvimos a história de Malala, lemos o livro “O lápis mágico” e lemos a biografia de Malala. Ouvimos a história “Porque somos de cores diferentes”. E construímos acrósticos sobre a multiculturalidade.

No decorrer do DAC foram vários os familiares que vieram à nossa sala apresentar a sua cultura. Tivemos a apresentação das seguintes culturas: brasileira, grega, indiana, angolana, moçambicana, francesa e espanhola. Na cultura Brasileira estudámos a bandeira, ouvimos o hino, localizámos o Brasil no mapa mundo, observámos paisagens, ouvimos histórias, vimos arquitetura parecida com a que existe em Portugal, “demos” mergulhos em cascatas, “dançámos” em festas parecidas com as tradicionais portuguesas, vimos índios e deliciámo-nos com a gastronomia. Comemos bolo de fubá, goiabada, doce de leite, paçoca, pão de queijo, canjica de milho e mané pelado.

Na cultura francesa “encontrámos” alguns familiares nossos que emigraram nos anos 60/10, ouvimos o hino francês “La Marsellaise”, aprendemos curiosidades sobre a bandeira, identificámos o lema de França- “Liberté, égalité, fraternité” e muitas outras curiosidades.

Na Grécia aprendemos factos sobre a Grécia antiga e a moderna, descobrimos que a Grécia tem muitas ilhas, mas nem todas são habitadas, vimos a bandeira, ouvimos o hino e dançámos ao som de uma música tradicional grega.

Na cultura indiana vimos a bandeira, cheirámos especiarias, observámos e mexemos em várias roupas coloridas panjabi, sari e acessórios – bindi. E fizemos pinturas com henna nas mãos.

Na cultura angolana conhecemos a bandeira, ouvimos o hino, descobrimos instrumentos musicais, vimos escolas diferentes, danças, roupas coloridas e deliciámo-nos com paracuca.

Em Espanha “cumprimentámos” os reis, conhecemos um pouco da história do país e das ligações com Portugal, descobrimos costumes e tradições, trajes típicos, danças, aprendemos castellano e deliciámo-nos com Catalana.

Na cultura moçambicana conhecemos a história do país, a bandeira, o hino, costumes, tradições e artistas moçambicanos.
Falámos de migração e vimos o vídeo “ E se fosse eu. Fazer a mochila e partir”.
E apresentámos cartazes sobre diferentes culturas.

• Na Matemática fizemos a viagem pela centena de milhar e pelos múltiplos.
• Inglês – Estudámos a cultura Inglesa- bandeira, família real e símbolos e construímos, em grupo, construímos cartazes.
• Educação Artística – Artes visuais – Fizemos dois trabalhos de modelagem. Primeiramente manipulámos plasticina e posteriormente pasta de moldar. Com a plasticina construímos pessoas e com a pasta de moldar fizemos só cabeças. Ambos os trabalhos tinham características físicas que ajudavam a identificar a nacionalidade de cada um.
• Expressão Dramática– Apresentámos as mochilas feitas em casa e de acordo com o “E se fosse eu. Fazer a mochila e partir”. Trouxemos de casa uma mochila com o que é essencial e importante para cada um de nós, caso tivéssemos de migrar agora.
• Educação Física – Aprendemos e divertimo-nos com danças africanas (Morna, Funaná…).
• Música – Trabalhámos a canções oriunda do Brasil (“Samba-Lelê”) e da Índia (“Descoberta da Índia”).
• Mus&cultura – Fizemos uma Viagem musical por algumas tradições musicais de Países Europeus como: Espanha, França, Escócia, Irlanda. Instrumento; dois alunos de flauta tocaram músicas do mundo.